Multi-speed IT: como criar uma infraestrutura adequada

Multi-speed IT: como criar uma infraestrutura adequada

04.04.2018 | por LB2 backup nuvem performance storage

Em um ambiente no qual ocorrem rápidas e significativas mudanças nas tecnologias digitais, é imprescindível trabalhar o mais rápido possível para acomodar todas as necessidades de negócios na mesma velocidade.

Porém, essa é uma das principais dificuldades das empresas: atendê-las com a mesma prioridade, assim como equilibrar todos os requisitos de interface de provedores externos que possam incluir seu ecossistema de tecnologia.

 A solução para esse problema está em um sistema que possibilite mudar as engrenagens no momento certo para alcançar o melhor resultado possível, dependendo das necessidades do negócio, com a Multi-speed IT.    

Por que optar pelo Multi-speed IT?

  A tecnologia Multi-Speed IT permite que sistemas lentos e rápidos coexistam em uma mesma rede sem que nenhum deles seja prejudicado. Isso porque as empresas precisam adotar diferentes processos e ferramentas necessárias para colocar em prática a transformação digital.

 A Multi-speed corresponde à velocidade na qual o negócio precisa consumi-la, pois é preciso determiná-la a partir de cada objetivo ao considerar o ambiente arquitetônico e a realidade do modelo operacional.

Como adotar o Multi-speed TI?

 Para que seja possível a adoção da Multi-speed TI, é preciso promover algumas mudança no modelo operacional da empresa. Para suportar um negócio digital, a TI deve ser mais elástica e capaz de inovar rapidamente, ao mesmo tempo em que gerenciamento de riscos faz parte das preocupações do negócio.  

Entenda quais os pontos mais importantes para a implantação da Multi-speed IT nas organizações:    

Governança

A Multi-speed IT requer um modelo de governança que racionalizar as demandas por velocidade, isso porque, cabe a ela de forma dinâmica e inteligente direcionar a maior velocidade para o que realmente é necessário. Além disso, a avaliação das necessidades deve ocorrer periodicamente, uma vez que as demandas estão em constante mudança.  

Arquitetura

Outro ponto relevante para o sucesso da implantação Multi-speed é a arquitetura da rede. A paisagem tecnológica deve ser segmentada para suportar múltiplas velocidades que refletem o consumo comercial e o ritmo de mudança. Algumas áreas podem exigir velocidades mais altas, por isso, ao desacoplar determinados canais da arquitetura antiga, uma empresa pode conseguir maior agilidade e reduzir as pressões de custos.  

Organização 

Novas habilidades são necessárias para suportar a agenda multi-speed. As operações tradicionais muitas vezes possuem funções distintas. No mundo multi-speed, os times devem ser especializados em uma variedade de métodos, incluindo a ágil. Ou seja, é preciso entender diferentes ferramentas, como DevOps e API, para que o modelo funcione plenamente.  

Entender as necessidades da própria empresa é fundamental para desenvolver uma rede que ofereça a cada ferramenta a velocidade de possível para atender às demandas. A Multi-speed IT é uma solução sobre a qual as empresas precisam começar a se planejar, para que consigam alcançar os resultados esperados.

Em busca de soluções sob medida para sua empresa? Entre em contato com a nossa equipe e entenda como podemos atuar na transformação digital da sua empresa.

Acompanhe nossos conteúdos no Linkedin:

https://www.linkedin.com/company/lb2-consultoria/.

Notícias relacionadas
Ouça o Depois de Amanhã, um podcast sobre a importância da TI estratégica nos negócios
Ouça o Depois de Amanhã, um podcast sobre a importância da TI estratégica nos negócios

16.06.2020

#podcast #lb2consultoria #negocios #tecnologiadainformacao #internetdascoisas

Estamos prontos para te atender

Nossa equipe está pronta para analisar e desenhar soluções junto com seu time de T.I.