Infraestrutura de TI: onpremise ou em nuvem?

LB2 > Cloud  > Infraestrutura de TI: onpremise ou em nuvem?

Infraestrutura de TI: onpremise ou em nuvem?

A� importante levar em conta algumas variA?veis antes de responder a essa pergunta. TambA�m vale antecipar que nA?o existe uma resposta A?nica e uma tambA�m nA?o exclui a outra. As duas alternativas podem ser utilizadas para fins distintos em uma mesma empresa.

 

a�?As motivaA�A�es para optar por nuvem ou infra on-site sA?o diversas. SeguranA�a, escalabilidade e custo sA?o apenas algumas delasa�?, afirma o Gerente de OperaA�A�es da LB2, Victor Machado.

 

 

Pague pelo que usa

a�?A grande vantagem da nuvem A� o fato do investimento ser direcionado somente ao que A� necessA?rio e, consequentemente, usadoa�?, afirma Victor. No caso da infra em casa, o aporte deve ser realizado considerando a perspectiva de crescimento da demanda em um determinado perA�odo.

 

a�?Ou seja, vocA? compra para uma realidade pensando em outra que pode vir a se configurar ou nA?o. Os recursos portanto nA?o serA?o completamente usados no momento em que sA?o adquiridos. AlA�m de ficarem parados, esses ativos ainda sofrem depreciaA�A?o. Tudo isso precisa ser avaliadoa�?, acrescenta o CFO.

 

 

Escalabilidade

O fato de pagar pelo que A� usado A� justamente a caracterA�stica que confere escalabilidade A� nuvem. a�?Se um determinado negA?cio sofre com sazonalidades, pode recorrer aos serviA�os em nuvem somente quando necessA?rioa�?, explica Victor. Passada a demanda pontual, pode voltar a utilizar os recursos anteriores.

 

Se a infra A� on-site, ela deve ser toda pensada para suportar o volume mA?ximo de demanda ocorrido exatamente durante os perA�odos de pico. a�?No restante do tempo, essa infra pode ficar subutilizadaa�?, acrescenta.

 

Uma alternativa para as empresas que veem sua capacidade com baixo A�ndice de utilizaA�A?o A� sublocar para outras empresas. a�?Elas monetizam e reduzem as possA�veis perdas. Esse mercado tem muito potencial pois, em alguns casos, os recursos disponibilizados sA?o muito caros para serem adquiridos e muitas empresas recorrem ao aluguela�?.

 

 

Escalabilidade em nuvem

Escalabilidade em nuvem

 

 

SeguranA�a

Apesar do receio que gira em torno da nuvem, a verdade A� que privado, pA?blico ou hA�brido, os serviA�os em cloud tA?m nA�veis de seguranA�a elevados. Inclusive, em muitos casos, podem ser atA� maiores que os utilizados pelas prA?prias empresas.

 

PorA�m, hA? muitos negA?cios que, por questA�es de compliance, nA?o podem recorrer A� nuvem. a�?A� o caso de A?rgA?o pA?blicos, empresas do sistema financeiro, de defesa e aeroespacial, por exemploa�?, enumera Victor.

 

 

Como escolher?

A natureza do negA?cio, como dito anteriormente, pode limitar a escolha. De acordo com as regras de compliance e nA�veis se seguranA�a exigidos, a nuvem sai de cena. PorA�m, nA?o sendo esse o caso, alguns fatores podem ser considerados:

 

1 a�� Necessidade de agilidade

A nuvem garante alta flexibilidade para empresas que possuem volumes grandes de aplicaA�A�es com necessidades distintas de performance. NegA?cios que inovam com frequA?ncia e precisam fazer atualizaA�A�es contA�nuas podem encontrar na nuvem uma alternativa para garantir a agilidade que precisam.

 

2 a�� Custos

A� preciso colocar tudo na ponta do lA?pis. A infraestrutura em casa exige uma sA�rie de providA?ncias que requerem investimento alto como A?rea para instalaA�A?o dos equipamentos, sistema de refrigeraA�A?o, energia, pessoal capacitado para gerenciamento, entre outros gastos.

 

A nuvem pode parecer mais acessA�vel financeiramente, mas nem sempre a conta A� tA?o simples. Existem casos em que a computaA�A?o em nuvem pode ser mais dispendiosa no longo prazo.

 

Por isso, A� importante contar com uma empresa capaz de fazer o diagnA?stico correto para auxiliar o seu negA?cio a encontrar a infraestrutura de TI mais adequada para a sua realidade. Conte com a LB2.

LB2
Não há Comentários

Poste um Comentário

Comentário
Name
Email
Website