O que A� RAID e o que diferencia cada um deles? (Parte 1)

LB2 > RAID  > O que A� RAID e o que diferencia cada um deles? (Parte 1)

O que A� RAID e o que diferencia cada um deles? (Parte 1)

No A?ltimo post, explicamos que a tecnologia RAID (Redundant Array of A�Independent DrivesA�ouA�Matriz Redundante de Discos Independentes) A� a responsA?vel por conectar vA?rios discos rA�gidos para criar um sistema A?nico de armazenamento, o storage.

 

Agora, vamos detalhar como esses vA?rios HDs podem ser conectados para trabalhar simultaneamente com o mesmo propA?sito. As formas de conexA?o entre eles sA?o divididas em nA�veis de RAID que podem ir de 0 a 6. As variaA�A�es ocorrem com dois propA?sitos bem claros:

 

1. Aumentar a performance, dando mais velocidade ao disco;

2. Proteger os dados armazenados, garantindo maior seguranA�a ao disco e tolerA?ncia a falhas;

 

E nA?o A� necessA?rio escolher apenas um deles. HA? situaA�A�es em que A� possA�vel fazer a associaA�A?o entre formas distintas de RAID para potencializar os resultados. Para detalhar cada um dos tipos de RAID e suas associaA�A�es, utilizamos como referA?ncia o livro a�?Storage Area Network for dummies.a�?

 

 

RAID 0

TambA�m chamado de striping, o nA�vel RAID 0 A� indicado para quem busca performance e nA?o disponibilidade. Isso porque os dados sA?o divididos em blocos e tA?m sua carga e recuperaA�A?o distribuA�das entre os drives. Cada disco fA�sico receberA? um bloco do dado, que nA?o serA? replicado em outros discos.

 

E por que essa tA�cnica aumenta a performance? Pelo simples fato de que, quando A� realizado um pedido de leitura/escrita do dado, esse processo A� realizado em vA?rios discos simultaneamente e nA?o apenas em um, reduzindo o tempo de entrega da informaA�A?o.

 

Funciona assim. Se vocA? tiver que gravar a frase a�?O que A� RAID?a�? em um sistema de storage RAID 0, o conteA?do serA? dividido em segmentos e armazenado sequencialmente em um disco fA�sico distinto sem replicaA�A?o (paridade).

 

RAID 0

 

Hipoteticamente, se o tempo de leitura da sequA?ncia a�?O que A� RAIDa�? em um A?nico disco fosse de 4 segundos a�� 1 para cada palavra a�� , esse tempo seria reduzido para apenas 1 segundo no total, jA? que cada disco realizarA? a leitura simultaneamente trazendo a informaA�A?o ao mesmo tempo.

 

A grande desvantagem A� que, se o Disco 2 for comprometido e os dados armazenados ali corrompidos, as informaA�A�es contidas nos demais discos perdem o sentido. Afinal, a frase a�?O que A� RAID?a�? sA? A� compreensA�vel com todos os elementos e nA?o apenas com parte deles.

 

 

RAID 1

A informaA�A?o A� gravada (igualmente) em pelo menos dois discos. A� o chamado espelhamento de dados. Essa prA?tica aumenta a confiabilidade frente ao RAID 0, mas reduz a velocidade de armazenamento jA? que, agora, todos os dados precisam ser replicados, pelo menos, em dois discos distintos.

 

RAID 1

 

A grande vantagem aqui A� que se o Disco 2 apresentar qualquer problema, o Disco 1 pode substitui-lo, mantendo as operaA�A�es. No entanto, se temos 2 discos de 1 Terabyte cada, o espaA�o total da unidade lA?gia permanece em 1Tb, jA? que o outro sempre serA? utilizado para espelhamento das informaA�A�es.

 

 

RAID 2

Caiu em desuso porque tinha como premissa armazenar informaA�A�es referentes a correA�A?o de erros. Atualmente, os discos rA�gidos jA? vem com essas correA�A�es incorporadas.

 

No prA?ximo post, vamos falar de RAID 3 a 6 e as variaA�A�es 0+1 e 1+0. Continue acompanhando o nosso blog para saber mais.

LB2
Não há Comentários

Poste um Comentário

Comentário
Name
Email
Website